O furacão chamado Doria

Nilton Tristão – cientista político

João Doria ascendeu ao posto de chefe do poder executivo paulistano prometendo impor a supremacia da gestão profissional sobre as práticas políticas. Porém, é justamente no segundo plano que JD vem impondo-se como uma liderança diferenciada e audaz.

Seu último vídeo postado nas redes sociais, em que faz juras de amor eterno e fidelidade matrimonial ao governador Geraldo Alckmin, serviu basicamente para demonstrar as diferenças de estatura entre ambos, principalmente no momento em que evidenciou um João articulado, dinâmico e impositivo, em contraposição a um Alckmin acanhado, apático e cinzento.

Suas caravanas pelo país emanaram um verdadeiro frenesi entre prefeitos, empresários e demais lideranças, que se acotovelam para associar-se ao projeto e marcar presença, enquanto navegantes, no périplo doriano.

O que se intensificou logo após a exposição do filme confeccionado sob a batuta desafinada, porém desafiadora de Tasso Jereissati, que foi difundido pelos canais televisivos no último dia 17, no qual o PSDB expôs novamente a incapacidade de edificar consenso comportamental básico entre suas miríades no tocante aos temas ácidos e indigestos que acometem o Estado brasileiro.

Essas circunstâncias aprofundaram o hiato entre sociedade e lideranças tradicionais tucanas, fazendo com que JD passe de mera opção à Presidência da República no pleito do próximo ano, a imperativo indispensável na viabilização do propósito social-democrata de retorno ao poder e regência dos desígnios da nação. Circunstância tão visível que, tanto lulistas como bolsonaristas, passaram a mirar suas artilharias na direção do alcaide estabelecido no Palácio do Anhangabaú, por o considerarem o principal antagonista do campo liberal na contenda porvindoura. Outro sintoma indicativo dessa tendência são as grandes agremiações nacionais, como PMDB e DEM, além de outros segmentos relevantes do corpo social, estarem demonstrando preferência inequívoca à candidatura de JD ao Planalto Central.

Manobras engenhosas, tal como a proposta de mudança no calendário das prévias eleitorais sugerida pela ala alckmista, não passam de tentativas disparatadas daqueles que não compreendem o curso histórico em andamento, além da miopia para com todos os sinais emitidos pelos brasileiros desde 2013.

Caso o governador de São Paulo insista na ambição de ocupar a vaga do partido na disputa ao comando da República, correrá o risco de ser obrigado a polemizar com postulantes do segundo pelotão durante o processo eleitoral, tais como Ciro Gomes, Álvaro Dias e Marina Silva, saindo dessa forma, menor do que entrou na empreitada. Ou seja, a única forma de Geraldo Alckmin preservar sua biografia e evitar o esfalecimento do PSDB à Presidência da República. Como bom médico, GA sabe que a medicação pode ser dolorida e desconfortável, porém faz-se inevitável para a sobrevivência do paciente. São nos momentos de inflexão que a generosidade e grandeza de estadistas são reveladas como marcas indeléveis da personalidade humana.

 

VEJAM

www.escolasensitivista.blogspot.com

Anúncios

Sobre lepalemao

Eu sou o maior filósofo do séc. XXI, desculpa a modéstia, estou implantando a Escola do Sensitivismo. A Filosofia é a Ciência/Arte/Dom que explica a natureza humana. Ela precede a religião; onde tudo começou. E, no entanto, dão mais valor a religião do que a própria Filosofia. O Sensitivismo é a orientação que revela o Dom de Sentir, no qual, nós todos possuímos. Somos como baterias ou pilhas, recebemos energias e transmitimos. Se, recebermos energias boas, transmitiremos energias boas. Daí o cuidado de se preocupar com o Espírito, que são nossos valores em que acreditamos. Quando vem uma energia ruim, que abala nosso espírito (valores), ocorre a perturbação psicológica. A paz só se consegue com o respeito mútuo. Respeite para ser respeitado. O que os sentidos (visão, olfato, audição, paladar, tato, sensação) captam, o coração sente. Aí está a essência do ser humano. Vigiai-vos.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s